Como Recuperar a Sua Confiança… (Mascará Falsa)

Posted by

A maior parte das pessoas estão usando mascaras falsas e fingindo ser quem elas não são verdadeiramente.

E a maioria está confundindo essas mascaras falsas com quem elas são de verdade. Mas porque alguém usaria uma falsa mascara?

Bem, imagine isso como se você tivesse nascido com “oculos escuro” e usasse esses oculos para se esconder de quem você verdadeiramente é.

O primeiro passo para a verdadeira mudança é a concientização.

E muitas vezes você está tão acostumado a usar esse “oculos escuro”, tão acostumado a usar essa “mascara falsa” que você esqueceu como é ser você.

Você precisa se perguntar porque e quando você começou a usar esse “oculos escuro” como uma “falsa mascara” para se esconder de quem você verdadeiramente é.

Não finja ser quem você não é, em vez disso, aja de verdade até lembrar como é ser você.

Eu não sei se você já assistiu o filme “O Rei Leão” (o filme da Disney), um filme muito intenso e emocionante, e tem uma cena classica desse filme em que Simba, o leãozinho forge, cresce e tenta se esconder de seus problemas, certo?

Ele está saindo com Timão e Pumba comendo insetos. E há uma cena em que ele olha primeiro para a água e depois para as nuvens, e vê o seu pai, e o seu pai diz para ele:

“Simba, lembre-se de quem você é. Pare de comer insetos. Você é um leão! Lembre-se de quem você é!”

E talvez eu esteja falando com você comedor de insetos.

Você está saindo com Timão e Pumba há muito tempo. “Você fica tipo, “eh, hakuna matata, estou sendo real.” Não não não. “Lembre-se de quem você é!

Esse é o trabalho que precisa ser feito. Mas não é tão simples assim, você precisa indentificar tudo que mantém o comedor de insetos vivo.

Todas as experiências, todas as referências, todas as crenças que foram programadas em você.

Crenças como: Você não é suficiente. Cale a sua boca. Não fale alto. Fique quieto. Se você não tem nada de bom para dizer, não diga nada!

Não se trata de se tornar confiante. É sobre perceber a confiança.

Perceba que você não é um maldito comedor de insetos, você sempre foi um leão. Então, cuspa esses insetos.

A verdadeira mudança acontece quando você está enfrentando seus demônios interiores, e não fungindo deles. Em vez de fugir, devemos enfrentá-los de frente, liberando-nos das correntes que nos aprisionam.

À medida que nos aventuramos nas profundezas de nossa escuridão interior, descobrimos que os monstros que tememos não passam de ilusões criadas por nossa própria mente.

Concentre-se em todas as coisas das quais você fugiu durante toda a sua vida. É como se durante toda a sua vida você estivesse fugindo disso, e o mostro continua lá atrás de você.

Dinheiro, sucesso, amigos, relacionamentos, comida, drogas, alcool, etc… Não, não, não, pare de fugir, vire-se e enfrente-o.

E você perceberá na verdade, que nunca existiu um mostro. Você precisa abordar o real medo que está ai dentro de você.

Isso significa não fugir para o seu lugar feliz. Entre no desconforto. Entre nas sensações desencadeadas e sinta elas.

Quanto mais mostros você enfrenta, mais percebe que na verdade não existem mostros, e mais livre você se torna, simples assim. Esse é o trabalho.

Portanto, convido você a se libertar das máscaras que o aprisionam. Em um mundo inundado de ilusões e superficialidades, a verdadeira beleza reside na autenticidade. É hora de abraçar quem você realmente é, sem desculpas, sem reservas.

O verdadeiro trabalho começa quando ousamos mergulhar nas sombras de nossa alma, enfrentando nossos medos mais profundos com coragem e determinação. Somente então poderemos emergir, renovados e revitalizados, prontos para abraçar a plenitude de nossa existência.

Lembre-se sempre: a jornada para a autenticidade é uma busca interior que vale a pena ser feita. Permita-se ser verdadeiro, permita-se ser você.

Porque, afinal, a verdadeira liberdade começa quando removemos as máscaras e nos apresentamos ao mundo como somos.

Então, você está pronto para deixar a máscara e ser você mesmo?

Gostou dessa carta? Então Clica Aqui e Descubra o que Impede 95% das Pessoas de Serem Autêncticas

Mateus Miller