Faça Isso e Transforme Sua Autoestima em 3 Passos Infalíveis Para Sempre

Posted by

Reinvente-se: 3 Passos para despertar uma autoestima inabalável e se transformar em uma pessoa confiante para sempre

Alguma vez você já teve o seu coração partido?

Alguma vez alguém que você gostava disse algo que te machucou profundamente?

Você se sentiu humilhado, enganado.

Se em alguma situação você se sentiu vítima de suas circunstâncias, e você não sabia o que fazer da sua vida, porque alguém te ofendeu.

Você tem que saber que pode melhorar sua autoestima, e hoje vou te explicar 3 maneiras infalíveis para melhorar a sua autoestima.

Isso te interessa? Então por favor leia essa carta até o final…

Mas primeiro eu quero compartilhar com você uma situação um pouco delicada.

Imagine uma situação onde dão droga para uma pequena criança, e imagine que essa pequena criança se sente bem depois de experimentar essa droga, e a droga toma conta de seu corpo.

A droga penetra em seu corpo e produz um bom sentimento que a criança adora.

A tal ponto que a criança fica viciada na droga e não para de chorar porque quer outra dose dessa droga, e quer tanto que está disposta a morrer antes do que ficar sem ela.

E sabe de uma coisa?

Quando você era criança, eles também lhe deram essa droga.

Essa droga se chama:

Aprovação. Respeito. Admiração. Sucesso.

Mas não só pra você, para todo mundo.

Todos nós na sociedade recebemos essa droga e ficamos viciados nas opiniões dos outros.

Então qualquer um tem um poder incrível sobre você mesmo.

Qualquer um pode fazer você se sentir feliz ou infeliz. Porque se fizerem um comentário positivo, você se sentirá melhor consigo mesmo.

Mas se te criticarem ou te disserem algo que você não gosta naquele momento você vai duvidar de si mesmo.

Você vai acreditar mais na palavra dos outros do que no seu próprio julgamento. E infelizmente a maioria das pessoas se transforma em fantoches.

Eles entregam seu poder a outros.

Eles literalmente abrem mão do poder que têm para serem felizes e o entregam a qualquer pessoa, qualquer pessoa que eles nem conhecem.

Imagine aquela linda mulher ou aquele lindo homem que você tanto gosta.

Como é possível que essa mulher ou homem que você mal conhece, com quem você mal interagiu, já tenha o poder para lhe fazer se sentir bem ou mal?

Como é possível que você abra mão do poder de ser feliz, da sua própria vida, da sua própria felicidade para outras pessoas?

No momento em que você acredita que a opinião dos outros é mais importante que a sua, você perde a sua liberdade.

E o problema não termina aí.

Você vive esperando a aprovação dessa pessoa, e não consegue descansar porque vive em uma tensão permanente com medo da perda.

E quando você vive nesse estado, você não é livre. Você nem percebe a realidade como ela é. No fundo, você não estar em paz consigo mesmo.

Enquanto você precisar de algo dos outros, enquanto sentir que precisa da aprovação daquela mulher, ou daquela garota bonita, ou de qualquer outra mulher, ou de qualquer outra pessoa naquele momento, você não será livre.

A partir dessa base, você deve saber que pode criar uma autoestima poderosa.

Você pode aumentar sua autoestima e treinar sua autoestima para não depender de fatores externos.

Se você sente que a opinião das outras pessoas o influencia mais do que a sua, então você precisa aumentar sua autoestima, você precisa aumentar sua autoconfiança.

Porque?

Para recuperar aquele poder que você deu aos outros, porque a qualquer momento eles podem apertar aqueles botões que vão fazer você se sentir feliz ou infeliz.

E se você realmente quer ser livre e viver a sua vida do seu jeito e não ser controlado ou seguir os outros, se você realmente quer levar sua própria vida e criar sua realidade poderosa, você deve desistir dessa droga da aprovação dos outros.

Hoje, portanto, vou explicar como aumentar sua autoestima, mas primeiro você deve saber o que é autoestima.

Classifico a autoestima em três tipos de percepções:

A percepção de si mesmo, a percepção do mundo, e a percepção de si mesmo dentro desse mundo.

Porque se você tem uma percepção muito ruim de si mesmo, o que se chama de baixa autoestima, naquele momento, circunstâncias externas como seu círculo de amigos, sua família, a mídia, seus colegas de trabalho, todo aquele ambiente vai depender de seu humor.

Isso condicionará a sua percepção da realidade e do que você acredita ser possível alcançar, e se ocorrer uma situação em que algumas dessas circunstâncias sejam negativas, você se sentirá uma vítima.

Como você identifica uma vítima?

Você se sentirá uma vítima se usar uma linguagem negativa e se estiver constantemente justificando sua situação atual.

Isso pode vim de algum evento externo, ou porque alguém disse ou fez algo que você não gostou, ou por conta de sua situação financeira…

Ou por conta do tempo, do clima, e você literalmente se sente mal.

Perceba, as palavras e a linguagem que você usa desempenham um papel fundamental.

As vítimas costumam reclamar muito e culpar os outros, como:

“Ah… aquela pessoa não me responde.” e poque uma pessoa não te responde você já se sente mal com isso.

Ah…” “minha ex encontrou um parceiro” em vez de ficar triste e desejar o mal. fique feliz por ela.

Se você vive culpando os outros para se sentir bem consigo mesmo, se alguém precisa chegar até você e dizer:

“Ah… você é o melhor… você é tão bom… não há ninguém como você .” “uau, que pessoa incrível você é.”

Quero que você saiba que ninguém estará lá todos os dias lhe dizendo isso pra você.

Alguém pode te dizer isso por um tempo, mas acredite, se você depende da opinião de outra pessoa para se sentir melhor com você mesmo, sua vida tem um futuro muito, muito triste… acredite.

Além disso, as vítimas sempre falam sobre problemas.

Ou seja, eles passam mais tempo pensando por que não conseguem o que desejam do que realmente se perguntando como podem conseguir o que desejam.

Muitas vezes dizem: “ah…” “por causa daquela pessoa eu nunca serei feliz.” acorde.

Além disso, as vítimas, embora nunca admitam isso, estão viciadas na sua situação, porque no fundo se habituaram a ela, reclamam de tudo e de todos, mas não fazem nada de diferente para mudarem a sua situação atual.

Não se atrevem a mudar essa situação porque têm mais medo do desconhecido do que de continuar naquela vida miserável.

Portanto, se você se encontrar nesse estado de vítima, saiba que você tem duas opções.

A primeira opção:

deixar que esta situação de vitimização defina o resto da sua vida.

Ou seja, não faça nada para mudar, continue assim.

Reclame e culpe os outros.

Ou número dois:

aproveite essa experiência, essa situação em que você se encontra, onde tem algo que você não gosta para tirar uma lição e melhorar sua situação.

Ou seja, recupere o poder que você perdeu.

Na primeira opção, se você decidir ficar como vítima, você vai fechar o coração, vai fechar a mente e vai deixar de viver.

Mas se você escolher a segunda opção, você abrirá seu coração, abrirá sua mente e realmente perceberá a realidade como ela é e poderá encontrar uma solução para melhorar sua vida e chegar onde você quer chegar na vida.

A principal razão pela qual as pessoas perdem o poder, é porque acreditam que não têm o poder. Perceba que você tem esse poder.

E a razão pela qual você se sente mal consigo mesmo quando alguém te ignora, quando alguém faz um comentário negativo sobre você, ou quando alguém tem uma atitude que te incomoda, você deve saber que VOCÊ dá a eles o poder de fazer você se sentir mal.

Qual é o seu poder?

Seu poder é o que define você como pessoa, como indivíduo único.

Você é especial, e o que o torna especial é que você é diferente dos outros, porque tem um jeito de ser e de pensar diferente dos outros.

E você não precisa necessariamente concordar com o resto do mundo.

Não! Porque você é especial, você é diferente.

Você pode viver do seu jeito, sem se importar com a opinião dos outros, desde que não machuque os outros.

Se você tem uma maneira diferente de ser, reconheça quem você é, como você é e simplesmente abrace sua personalidade.

Mas não deixe que alguém te julgue ou faça um comentário que afete você, porque o mais importante é o que você pensa sobre si mesmo.

Então agora vou compartilhar com você 3 chaves que vão melhorar sua autoestima e que vão fazer você recuperar o poder.

Número 1: Conheça a si mesmo e descubra o seu propósito na vida

Se você não tem certeza do que deseja fazer na vida ou do que deseja ser, provavelmente é porque vive em constante distração.

Você reage constantemente aos estímulos da sociedade: à mídia, ao entretenimento, às opiniões dos outros, mas em nenhum momento conseguiu ouvir a sua voz interior.

Em nenhum momento você esteve sozinho consigo mesmo ou se conheceu melhor. Passe um tempo consigo mesmo, refletindo sobre o que gosta de fazer.

O que é que te faz vibrar? O que você pode contribuir para a sociedade? Você gosta de tocar algum instrumento?

Você gosta de inspirar as pessoas? Você gostaria de inventar ou criar algo que melhorasse a vida de outras pessoas?

Recomendo que você encontre um significado, algo que te faça feliz, algo que faça você se sentir bem consigo mesmo.

Porque no momento em que você encontrar isso, você estará alinhado com o seu objetivo.

Objetivos vagos levarão a resultados vagos. Mas se você tiver objetivos específicos terá resultados específicos.

Portanto, passe um tempo sozinho, se conheça melhor e encontre o caminho ou direção que deseja seguir.

Número 2: Você não é seus medos ou suas inseguranças

Você deve usar sua inteligência emocional para não reagir automaticamente às suas emoções.

A única coisa que você precisa saber é que os medos e as inseguranças são respostas completamente naturais que nosso corpo tem diante de situações nas quais não nos sentimos confortáveis, em situações novas ou diferentes.

Mas o fato de você sentir medo ou insegurança não significa que você seja uma pessoa de pouco valor ou que seja uma pessoa inferior às demais, porque todos, absolutamente todos em algum momento da vida sentem medo ou insegurança.

E se você assume que essas inseguranças são algo negativo, saiba que muitas vezes não são.

Medo e insegurança, as vezes é bom, porque significa que você está crescendo, significa que você está fazendo algo novo.

Se em algum momento você se sentir desconfortável porque está tentando algo diferente, algo que você realmente gostaria de fazer e que sabe que vai melhorar sua vida, mas você se sente desconfortável e inseguro, não importa, FAÇA.

Faça isso mesmo se você se sentir inseguro. Porque?

Porque assim crescerá a sua zona de conforto, a sua zona do que é possível e do que você é capaz de fazer.

Então, se você se sente inseguro, vá em frente!

Porque lembre-se: Você não é seus medos ou suas inseguranças. Isso são apenas emoções e você tem o poder de controlá-las.

Número 3: A sua energia é mais importante que a sua inteligência

Na verdade, ser inteligente muitas vezes vai trabalhar contra você.

Não acredite nas mentiras que a sociedade lhe vende, de que você não é suficiente, de que não tem dinheiro suficiente ou qualquer outra desculpa, não importa.

Se você pensar logicamente em tudo o que a sociedade lhe diz, você vai se sentir mal, porque quase ninguém tem o que a sociedade lhe vende e que você precisa para ser feliz, para se sentir bem consigo mesmo.

E quanto mais você pensa, mais você raciocina, mais vazio você se sentirá. O mais importante é focar para onde está indo sua energia.

Porque se nesse momento você se sente como uma vítima e se sente triste, se você tivesse mais energia, você se sentiria melhor consigo mesmo, com coisas tão básicas como:

Cuidar da alimentação, comer alimentos melhores, fazer exercícios regularmente, fazer o que você é apaixonado e o que você gosta, o que te carrega de energia, e descansar melhor.

Eu sei que parece muito básico, mas se você se cuidar, se você escolher conscientemente que quer cuidar da sua saúde, que quer cuidar do que você come.

E quer fazer coisas que você gosta, e que você vai manter um equilíbrio entre sua vida social e sua vida pessoal, nesse momento, obviamente você vai se sentir melhor consigo mesmo.

Então, para resumir: lembre-se que nos deram uma droga, e você pode deixar de se sentir vítima de todas as circunstâncias externas, e das opiniões dos outros.

No final das contas, isso não define a sua vida, o que define a sua vida, o que você sente sobre si mesmo, é a sua opinião sobre você mesmo.

E você pode deixar de ser vítima e criar a sua realidade.

Recupere aquele poder que você sempre teve, mas que de alguma forma entregou aos outros.

E para recuperar esse poder e deixar de ser vítima, o que você pode fazer são 3 coisas:

Número 1: onheça a si mesmo para descobrir o seu propósito.

Número 2: Você não é seus medos ou inseguranças.

Medos e inseguranças são apenas emoções que vêm e vão, mas não definem você.

Número 3: concentre-se em cuidar da sua energia.

Faça o que gosta, alimente-se da maneira certa, cuide do seu corpo, cerque-se de pessoas boas e positivas.

Inevitavelmente, você melhorará a qualidade da sua vida e melhorará a sua percepção, não só do mundo, não só de si mesmo, mas sobretudo do que você pode fazer pelo mundo.

Espero que você tenha gostado dessa carta, tenha uma excelente semana.

Clica aqui e leia o guia para construir relacionamentos saudáveis, baseado em respeito mútuo, autenticidade e crescimento…

Mateus Miller